Avaliação de Programas de Topdressing Utilizando Composto Para Campos Esportivos
Estabelecidos Sobre Solo Natural

“O objetivo básico desta matéria é informar ao Brasil o nível da pesquisa em gramados ao redor do mundo, principalmente nos USA. A pesquisa com gramados no Brasil é restrita, e este é um bom modo de expandir os horizontes para a exploração dessa cultura, que cresce dia-a-dia. Outro ponto importante é que a pesquisa se trata de campos esportivos estabelecidos em solos naturais. Embora investimentos estejam sendo feitos no setor de construção de campos esportivos e de golfe no Brasil, a grande maioria dessas propriedades são estabelecidas sobre solo natural, sendo passível de uso dos resultados dessa pesquisa para melhor manejo dos gramados.”

Campos esportivos que estão em condições de uso excessivo ou que foram construídos originalmente em solos pobres freqüentemente apresentam jogabilidade e qualidade do gramado inaceitáveis. Pouca informação está disponível em relação aos efeitos do topdressing utilizando composto na jogabilidade e durabilidade de campos atléticos estabelecidos sobre solo natural. Esta pesquisa tem dois propósitos:

(1) Avaliar dois tipos de composto – composto de lodo de esgoto (CT, vindo de Comtil, Cidade de Columbus) e composto de resíduos de jardins (YW, vindo de Kurtz Brothers) – e uma mistura de areia/lodo de esgoto (S/CT) em outro composto, na proporção de 70/30 (%v/v) em três taxas de aplicação (1/4”, 1/2″ e 1”), aplicados por meio de topdressing em conjunto com core cultivation (aeração por meio de furação, utilizando pinos ocos) em 2 intensidades + um tratamento sem cultivo. (Os detritos de solos foram rastelados e reincorporados).

(2) Determinar o efeito dos tratamentos de composto e métodos de aplicação na jogabilidade e duração dos solos para campos esportivos.

Figura 1 – Aspecto do campo de pesquisa.

Figura 1 – Aspecto do campo de pesquisa.

Justificativa

Compostos vêm sendo utilizados há muito tempo como modificadores de solo. Compostos de boa qualidade comprovadamente melhoram as características do gramado, especialmente em solos baseados em areia na zona radicular dos campos atléticos. Entretanto, poucos estudos reportaram se a há melhoria da jogabilidade por meio de topdressing utilizando composto em campos atléticos baseados em solo natural.

Supõe-se que pode ocorrer um efeito positivo do topdressing com composto na jogabilidade, com base nas taxas de aplicação e métodos de incorporação. Os resultados de nossa pesquisa irão proporcionar a recomendação de topdressing, com beneficio do uso de compostos, e melhores práticas de manejo destes, para a melhoria das superfícies de jogo de boa qualidade, em campos esportivos, sob moderada manutenção e intenso tráfego.

Estabelecimento de parcelas e manejo

As parcelas foram estabelecidas em Junho de 2009 em um estande de tall fescue (Festuca arundinacea falcon IV) melhorado. O experimento recebeu moderada manutenção em relação ao corte do gramado (2-1/2” com um Toro Groundsmaster 3505D SideWinder, 3 vezes por semana) e em relação à irrigação (10 minutos, 2 vezes por semana com um sistema automático de irrigação). Desgaste artificial foi aplicado para simular tráfego real ao equivalente de cinco jogos por semana (total de 30 jogos) com o simulador de tráfego Brower Turfgrass (Figura 2). O desgaste foi aplicado na primavera e outono durante períodos típicos de jogos de futebol e futebol americano nos USA. Nenhum programa de fertilidade foi desenvolvido nas parcelas, com exceção de um tratamento com um programa de fertilidade moderado (Contec DG Anderson 18-9-18, taxa de 3lbs./1.000sq. ft. por ano).

Figura 2– Simulador de tráfego Brower Turfgrass.

Figura 2– Simulador de tráfego Brower Turfgrass.

Tratamentos de Campo

Topdressing com composto (ver Tabela 1) e aerações foram realizados na primavera de 2009, outono de 2009 e finalmente, primavera de 2010. Em 2009, a primeira aplicação foi realizada em 23 de Junho (Figura 3), e a segunda aplicação em 17 de Novembro. Em 2010, a aplicação de primavera foi realizada em 17 de Junho.

Tabela 1 – Dose e tipos e compostos utilizados no experimento. (clique para ampliar)

marcela

As estratégias de manutenção avaliadas incluíram tipo de composto, taxa de aplicação do composto por meio de topdressing e intensidade de aeração (coring) durante a época de aplicação dos compostos.

marcela8

Figura 3– Aspecto do campo de pesquisa após a aplicação dos tratamentos em junho e novembro de 2009.

Figura 3– Aspecto do campo de pesquisa após a aplicação dos tratamentos em junho e novembro de 2009.

O equipamento utilizado para a operação de coring foi um Ryan GA30 (Figura 4) e o equipamento de topdressing foi um Turfco Mete-R-Matic F15B (Figuras 4 e 5). O método de incorporação e manutenção após aplicação, incluiu arrasto (dragging) depois do coring, e uma aplicação de herbicida no final da primavera (Dismiss 0.092fl. oz./1.000 sq.ft.).

Figura 4. Equipamento utilizado para a operação de coring (Ryan GA30) e carregamento do equipamento de topdressing (Turfco Mete-R-Matic F15B).

Figura 4. Equipamento utilizado para a operação de coring (Ryan GA30) e carregamento do equipamento de topdressing (Turfco Mete-R-Matic F15B).

Figura 5. Aplicação do composto com equipamento de topdressing (Turfco Mete-R-Matic F15B) e a distribuição complementar com rastelo.

Figura 5. Aplicação do composto com equipamento de topdressing (Turfco Mete-R-Matic F15B) e a distribuição complementar com rastelo.

Tabela 2. Tipos, métodos e época das medidas específicas tomadas durante o experimento. (clique na tabela para ampliar).

marcela4

Tabela 3. Detalhes do tipos, métodos e equipamentos das medidas específicas tomadas durante o experimento. (clique na tabela para ampliar).

marcela13

Resultados Preliminares para 2009 (Cor e Cobertura do Material)

Resultados preliminares do primeiro ano da pesquisa mostram que a melhoria na coloração do gramado aumentou juntamente com as taxas mais altas de aplicação do topdressing (Figura 6). Tal melhoria durou por até 12 semanas com o tratamento CT, 7 semanas com o S/CT e 6 semanas com YW. A taxa de 1/4″ melhorou a coloração do gramado por até 6 semanas; a taxa de 1/2″ por até 8 semanas e a taxa de 1” melhorou a coloração do gramado por até 12 semanas.

marcela5

Figura 6 – Efeito do topdressing com composto na coloração do gramado.

Depois do tráfego aplicado, o tratamento CT à taxa de 1” mostrou a melhor a coloração (7,6) seguido pelo CT à taxa de 1/2″ (6.7) e S/CT à taxa de 1” (6.3). Todos os outros tratamentos mostraram coloração abaixo do nível aceitável (6) após tráfego.

A cobertura do material decaiu em todos os tratamentos após a primeira operação de
topdressing, chegando a aproximadamente 0% de cobertura material visível após 11 semanas (Figura 7, Set. 15), exceto YW à taxa de 1”. Após tráfego aplicado no outono (30 games), YW à taxa de 1/2″ mostrou maior material remanescente visível do que os outros tratamentos.

Figura 7 – Efeito do topdressing com composto no material de cobertura.

Figura 7 – Efeito do topdressing com composto no material de cobertura.

Figura 8– Aspecto do campo de pesquisa em abril de 2010.

Figura 8– Aspecto do campo de pesquisa em abril de 2010.

Em 2009, durante a temporada de crescimento do gramado, nenhum efeito foi observado em relação ao coring e à coloração do gramado e à cobertura do material.

marcela15Marcela Munoz é chilena, Engenheira Agrônoma formada pela Pontificia Universidad Catolica de Chile, estudante de mestrado na The Ohio State University, nos USA, e foca sua pesquisa em gramados de campos esportivos (SportsTurf Fields.) Marcela continua trabalhando nesta pesquisa, avaliando aspectos da jogabilidade, bem como propriedades físicas e químicas do solo. O presente artigo apresenta resultados preliminares e é parte de um estudo completo de dois anos.

Outros autores: John R. Street, Ph.D.; David S. Gardner, Ph.D.; Ed McCoy, Ph.D.; and Pamela J. Sherratt. Dept. of Horticulture and Crop Science, Ohio State University; Chuck Darrah, Ph.D., CLC Labs.

Comentário, Edição e Tradução: Este artigo foi traduzido e editado em português por Philipe Carvalho Ferreira Aldahir. Todas as imagens foram fornecidas por Marcela Munoz.